Biblioteca. Centro Cultural Banco do Brasil

Biblioteca. Centro Cultural Banco do Brasil

Rua Primeiro de Março, 66 – 5° andar
20010-000 Rio de Janeiro-RJ
Tel. +55 21 3808-2030
Fax: +55 21 3808-2015
ccbbrio@bb.com.br
www.bb.com.br/cultura

Histórico:
Criada em 1931, a Biblioteca do Banco do Brasil originalmente voltada para assuntos técnicos, é hoje uma importante fonte de consulta nas áreas de Arte, Literatura e Ciências Sociais.

Incorporada ao Centro Cultural Banco do Brasil em 1989, a Biblioteca ocupa uma área de 2200 m², localizada no 5° andar, onde mantém um acervo com cerca de 120.000 títulos, constantememte atualizados e conservados.

Acervo / Instalações:
Salão de Leitura, amplo e confortável, com cerca de 100 lugares.
Sala de Literatura Infanto-Juvenil oferece mais de 2.000 livros, num ambiente especialmente criado para o pequeno leitor.
Sala Multimídia com cerca de 200 CD-ROMs sobre Artes Plásticas, História e grande variedade de títulos para o público infanto-juvenil.

As preciosidades do acervo estão distribuídas em três salas especiais: Sala de Edições Especiais e Obras raras – conserva obras de grande valor bibliográfico, como os 39 volumes da Encyclopédie ou Dictionnaire des Sciences, des Arts et des Metiers, organizada por Diderot e D’Alembert em 1778 ; os nove volumes dos sermões do Padre Antonio Vieira publicados em 1857 ; além da coleção completa dos livros editados pela Sociedade dos Cem de Portinari, Di Cavalcanti e Djanira, entre outros artistas.
Sala Mozart de Araújo abriga o acervo do importante pesquisador da música e do folclore brasileiro, que reúne livros, periódicos, folhetos e partituras.

Destaque para coleção de 1.944 discos, alguns datados do início das gravações no Brasil, de 1902 a 1910, sendo cerca de 1.000 já remasterizados.

Sala José Guilherme Merquior conserva a biblioteca do acadêmico, diplomata e ensaísta brasileiro, composta por 9.500 títulos enfocados na Filosofia, Estética, História, Literatura, etc. Dentre seus destaques encontram-se a edição de 1879 das Tragédias de Eurípedes com texto em grego e uma coleção da revista Senhor, um marco nas artes gráficas do país.

As duas últimas coleções pertencem à Fundação Banco do Brasil que as mantém em comodato com o CCBB.

Público:
A Biblioteca está aberta ao público em geral, que tem livre acesso às estantes e dispõe de um sistema informatizado para pesquisa em terminais.

Serviços ao usuário:
A pesquisa sobre o acervo é feita em terminais por autor, título, editora ou assunto e o leitor tem acesso direto às estantes. O acesso às Salas de Edições Especiais e Obras Raras e Mozart de Araújo é previamente tratado na recepção da Biblioteca.

São duas as modalidades de empréstimo:
• entre bibliotecas cadastradas (10 livros por biblioteca, por sete dias). O leitor deve apresentar correspondência assinada por bibliotecário autorizado, solicitando o empréstimo e discriminando as obras que pretende levar.

• aos funcionários do Banco do Brasil, pensionista e seus dependentes, funcionário da Previ e do sistema Brasil Seguridade (três livros por matrícula, pelo prazo de 30 dias), mediante cadastramento. É permitida até três renovações, por 30 dias, desde que o livro não esteja reservado. Não são emprestados periódicos e obras com anotações: NC, CJGM, R, OR, CMMA e MUSEU, na etiqueta.

Por razões de segurança é permitida a entrada de leitores somente com material de anotações (lápis, borracha, caneta, papel, caderno), laptops e calculadoras. É vetada a entrada com estojos, apostilas, livros, revistas, jornais, gravuras, impressos em geral, bolsas e pochetes.
Empréstimos e cadastramentos devem ser solicitados até meia hora antes do final do expediente.

Horário de atendimento:
Terça-feira a domingo, das 10 às 21h. Informações por telefone (21) 3808-2030, de segunda a sexta-feira, das 9 as 21h.